domingo, 15 de julho de 2018

Respondendo a Tag Literária #BookishHPbooktag


Olá pessoal!

Hoje irei responder a Tag que vi no blog "conta-se um livro", que é referente ao mundo de Harry Potter. Justo nesta data que é tão especial para os PotterHeart.

Casa de Hogwarts:

R:. Lufa - Lufa

Meu Patrono:

R:. Rapina

Beco Diagonal ou Hogsmeade:

R:. Beco Diagonal

Loja favorita:

R:. - Floreios e borrões, claro, e Gemialidades Weasley

Livro favorito da série:

R:. - Eu adorei o quarto livro, Harry Potter e o cálice de fogo

Aula Favorita:

R:. Feitiços

Coruja, gato ou sapo?

R:. Coruja, mas um gato seria bem interessante

Personagem com o qual você mais se identifica:

R:.Complicado! Mas já que é para escolher vou de Luna Lovegood.

Personagem que você reviveria:

R:. Sirius Black.

Qual seria o cheiro da amortentia para você:

R:. Morango

Unicórnios ou Testrálios:

Raquel – Testrálios, eles tem um maior contexto na história.

Feitiço Favorito:

R:. - Accio séria o feitiço que eu mais usaria na vida.

Quais seriam suas respostas?

Abaixo segue um vídeo que está circulando pela internet que nos faz imaginar a continuação da saga:



domingo, 8 de julho de 2018

Livro Outsider - Stephen King.


Um crime indescritível. Uma investigação inexplicável. Uma das histórias mais perturbadoras de Stephen King dos últimos tempos.

O corpo de um menino de onze anos é encontrado abandonado no parque de Flint City, brutalmente assassinado. Testemunhas e impressões digitais apontam o criminoso como uma das figuras mais conhecidas da cidade — Terry Maitland, treinador da Liga Infantil de beisebol, professor de inglês, casado e pai de duas filhas.

O detetive Ralph Anderson não hesita em ordenar uma prisão rápida e bastante pública, fazendo com que em pouco tempo toda a cidade saiba que o Treinador T é o principal suspeito do crime. Maitland tem um álibi, mas Anderson e o promotor público logo têm amostras de DNA para corroborar a acusação. O caso parece resolvido.

Mas conforme a investigação se desenrola, a história se transforma em uma montanha-russa, cheia de tensão e suspense. Terry Maitland parece ser uma boa pessoa, mas será que isso não passa de uma máscara? A aterrorizante resposta é o que faz desta uma das histórias mais perturbadoras de Stephen King.

“Uma história envolvente que mexe com todos os nossos medos… Para os fãs dos livros antigos de King, como It: a Coisa.” — Kirkus Reviews


domingo, 1 de julho de 2018

Livro Subcidadania Brasileira por Jessé Souza.


Após o sucesso de A tolice da inteligência brasileira e A elite do atraso, a LeYa publica Subcidadania brasileira, de Jessé Souza. O livro consolida o pensamento do autor – um dos mais profícuos e originais pensadores brasileiros – e o coloca definitivamente no rol dos grandes intelectuais que se dedicaram a buscar caminhos para a superação das grandes questões nacionais.


Crítico severo da corrente que busca na herança colonial portuguesa e no patrimonialismo – pais do famoso “jeitinho” – as chaves para desvendar todos os males da sociedade brasileira, Jessé ousa ao afirmar que a soma incalculável de privilégios acumulados pelas elites, aliada a um racismo estrutural, são os verdadeiros responsáveis por nossas desigualdades. Esse racismo, considerado por ele implícito e permanente, cria cidadãos de segunda classe. Partindo de referências do porte dos sociólogos Pierre Bourdieu e Charles Taylor, Subcidadania brasileirabusca explicar este conceito, quais são os pilares que o sustentam e como ele é utilizado politicamente para perpetuar o abismo social em que vivemos há séculos.

Ao questionar o que chama de “sociologia do vira-lata”, que localiza o povo brasileiro num lugar de passividade e baixa autoestima, praticamente um país de conformados com sua exploração e inferioridade, o autor contrapõe teorias formuladas por grandes nomes da historiografia e sociologia brasileiras, tais como Sérgio Buarque de Holanda, Gilberto Freyre e Florestan Fernandes. Problematiza também o pouco peso dado à escravidão por estes estudiosos e desloca a corrupção, vista pelo senso comum como a mais grave das mazelas, do centro do debate.

Pela originalidade e força de suas ideias, é um livro que os leitores podem discordar, mas não podem deixar de ler – para pensar e debater o Brasil de ontem e de hoje.



segunda-feira, 25 de junho de 2018

Filmes para Assistir nas Férias 5.


Oi pessoal, fiz uma seleção de filmes que acho que não pode faltar nessas férias. Destaque para o filme 'os incríveis 2' que teve sua primeira aparição em 2004,como 'os incríveis', e agora ganhou a tão sonhada continuação.












Também poderá gostar de: Filmes para Assistir nas Férias 4.

domingo, 24 de junho de 2018

Livro Confissões de Um Adolescente Depressivo - Kevin Breel.


Aos 19 anos, Kevin Breel tornou-se um fenômeno mundial com sua TED Talk. O mundo nunca tinha visto um garoto dessa idade falar sobre um tema tão pesado quanto a depressão suicida e com tamanha leveza, inteligência e consciência. Ele conta como um adolescente saudável e supostamente feliz, passou a lutar diariamente contra a depressão e o desejo de se matar. Este livro é um guia para sobreviver à depressão ou entender melhor quem a enfrenta na adolescência, escrito por alguém que atravessou a escuridão e agora lança mão do seu estilo único para trazer luz e esperança à vida de milhões de jovens e adolescentes.

Assista o video que pode refletir a vida da maioria dos jovens.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Livro O Segredo de Helena - Lucinda Riley.


Helena nunca esqueceu o verão que passou na mágica Pandora, a casa de seu padrinho no Chipre, onde, cercada por oliveiras e pelo verde-esmeralda do Mediterrâneo, ela se apaixonou pela primeira vez, aos 15 anos.

Mais de duas décadas depois, tendo herdado a antiga propriedade, ela retorna a Pandora para mais um verão, dessa vez em companhia do marido e dos filhos. No entanto, Helena sabe que voltar àquele lugar pode trazer à tona segredos que ela preferia esconder.

Um desses segredos envolve Alex, seu filho mais velho, fruto de uma relação anterior a seu casamento. Com uma inteligência acima da média, ele vive a difícil transição para a vida adulta e está determinado a descobrir a identidade de seu verdadeiro pai.

Enquanto o verão avança e pessoas do passado de Helena reaparecem, Pandora parece pronta a revelar os mistérios que ocultou por tantos anos e que, uma vez descobertos, farão com que a vida de Helena, e de sua família, nunca mais seja a mesma.

"Uma história emocionante sobre relações familiares que atravessam gerações, os laços invisíveis que unem as pessoas e a natureza complexa das famílias contemporâneas." – Lancashire Evening Post


domingo, 10 de junho de 2018

Reflexão.

Deixo esso post para refletir sobre tudo e todas as coisas, seja político, filosófico, até religioso menos futebol (risos). A música abaixo ilustra o que estou dizendo nestas poucas linhas.



Tempos Difíceis [Troubled Times]

Que bem faz o amor e a paz na Terra
Se eles são exclusivos?
Onde é que está a verdade na palavra escrita
Se ninguém a lê?

Um novo dia está nascendo
Ele vem sem avisar
Então não pense duas vezes

Vivemos em tempos difíceis
Vivemos em tempos difíceis

Qual foi a parte da história que nós aprendemos
Quando ela só se repete?
Algumas coisas nunca vão ser superadas
Se nós não as buscarmos

O mundo para de girar
O Paraíso está queimando
Então não pense duas vezes

Vivemos em tempos difíceis
Vivemos em tempos difíceis
Vivemos em tempos difíceis

Nós corremos por abrigo
Como se um arranha-céu estivesse caindo
E então eu vagueio como uma mente perturbada

Que bem faz o amor e a paz na Terra
Quando eles são exclusivos?
Onde é que está a verdade na palavra escrita
Se ninguém a lê?

Um novo dia está nascendo
Ele vem sem avisar
Então não olhe duas vezes

Vivemos em tempos difíceis
Vivemos em tempos difíceis
Vivemos em tempos difíceis

Vivemos em tempos difíceis
Vivemos em tempos difíceis
Vivemos em tempos difíceis

domingo, 3 de junho de 2018

Livro Dicionário da Escravidão e Liberdade - Lilia M. Schwarcz e Flávio Gomes.


Cinquenta verbetes escritos por grandes especialistas e que compõem um panorama abrangente de como a escravidão se enraizou perversamente em nosso cotidiano.“Embora prefiram ‘escravidão’ a ‘escravidões’, a meia centena de ensaios concisos que Lilia Moritz Schwarcz e Flávio dos Santos Gomes reuniram neste volume, com título e intenção de ser um dicionário temático, mostra a grande quantidade de faces que compõem o que é um poliedro em movimento. Cada um desses textos convida a novos textos, a novas pesquisas, a aprofundamentos, a novas comparações e a contestações. Não faltam neste livro parágrafos sobre a espera, a busca e a obtenção da liberdade. Sobre a liberdade como antônimo de escravidão, mas que com ela coexiste para a ela se opor. Se estes ensaios nos dizem que o passado é sem esperança de conserto, eles não nos deixam esquecer que não há sombra sem luz.”Do prefácio de Alberto da Costa e Silva.

domingo, 27 de maio de 2018

Livro Manuscrito Encontrado Em Accra - Paulo Coelho.


14 de julho de 1099. Enquanto Jerusalém se prepara para a invasão dos cruzados, um grego conhecido como Copta convoca uma reunião com os jovens e velhos, homens e mulheres da cidade. A multidão formada por cristãos, judeus e muçulmanos chega à praça achando que irá ouvir uma preleção sobre como se preparar para o combate, mas não é isso que o Copta tem a lhe dizer. Tudo indica que a derrota é iminente, mas o grego só quer instigar as pessoas a buscarem a sabedoria existente em sua vida cotidiana, forjada a partir dos desafios e dificuldades que têm de enfrentar. O verdadeiro conhecimento, acredita, está nos amores vividos, nas perdas sofridas, nos momentos de crise e de glória e na convivência diária com a inevitabilidade da morte. Na tradição de O Profeta, de Khalil Gibran, o Manuscrito encontrado em Accra, de Paulo Coelho, é um convite à reflexão sobre nossos princípios e nossa humanidade.

Opnião
Para começar, é importante dizer que “Manuscrito Encontrado em Accra” é uma adaptação feita pelo autor a partir de peças originais descobertas no ano de 1945, em uma caverna na região do Alto Egito. Diferentemente do que alguns possam pensar, adaptar um texto literário não é o mesmo que traduzir um documento, meramente. É necessário estar sintonizado com suas linhas, o que, na minha opinião, faz de Paulo Coelho um dos mais, se não o mais indicado para esta tarefa em particular. Os temas apresentados estão mais do que de acordo com a sua filosofia, o que pode-se comprovar a partir da leitura de seus tomos anteriores.

INVASÃO DOS CRUZADOS

O prefácio, única parte, creio, que foi tecido originalmente pelo escritor, é curto e mostra a que veio. Serve para nos situar dentro do universo que será apresentado ao longo das demais 173 páginas.


Os acontecimentos apresentados no “Manuscrito” ocorrem todos em um único dia: 14 de julho de 1099, na cidade de Accra, ou Acre, atualmente pertencente ao estado de Israel, na noite anterior à invasão das forças cruzadas francesas durante a Idade Média, um ataque que, ao raiar do sol, vitimaria centenas de moradores, entre militares e civis.

Eixo de convergência – Em Acre então viviam em harmonia cristãos, judeus e muçulmanos, ou seja, era um ponto de reunião pacífica das principais correntes religiosas do mundo ocidental. Dentre esses personagens, surge o protagonista, um erudito grego chamando aqui apenas de Copta. A Grécia era, então, conhecida pela sua tradição de homens e mulheres sábios e letrados, filósofos questionadores, que por não pertencerem oficialmente a nenhuma das três religiões podiam enxergá-las com um olhar mais crítico.

Na véspera da invasão, quando não havia mais esperança, os habitantes de Acre se juntam diante do Copta para debater sobre questões fundamentais “da vida, do universo e de tudo mais”, e quem as responde é justamente o grego, que por ser um estrangeiro tinha o distanciamento e a sagacidade necessários para beber das filosofias judaica, cristã e muçulmana e traduzi-las sem a imposição dos dogmas normalmente apresentados pelos clérigos.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

“Manuscrito Encontrado em Accra” toma a forma, portanto, de um diálogo em que os desesperados moradores da cidade fazem perguntas ao Copta e escutam pacientemente suas respostas. Todas essas respostas são carregadas de conhecimento não necessariamente religioso, mas espiritual.

Enquanto ele falava, certos escribas anônimos anotavam suas frases, e foi assim que o original chegou às nossas mãos.

domingo, 20 de maio de 2018

Indicações Literárias Especial Madelaine L' Engle.



Uma dobra no tempo

Um clássico da fantasia e da ficção científica emerge!

Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.

“Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim.”

O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente... Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço.
Uma dobra no tempo é uma aventura clássica, que serviu de inspiração para os mestres da fantasia e da ficção científica do mundo, agora adaptada para os cinemas pela Disney. Junte-se à família Murray nesta jornada, entre criaturas fantásticas e novos mundos jamais imaginados.

Um vento na porta

Charles Wallace está em perigo. E o mundo todo também.
Quando a família Murry pensava que os problemas haviam terminado, um novo desafio surge. Charles Wallace agora tem seis anos de idade e na escola o menino se tornou um problema. Sofrendo bullying constante, Meg acha que o novo diretor da escola deveria ser responsável pelo menino, mas Charles Wallace fica terrivelmente doente antes que ela possa ajudá-lo.
Mas há algo estranho acontecendo. Charles Wallace diz a Meg que há dragões no quintal de casa e ela descobre que os dragões na verdade são Proginoskes, querubins feitos de asas, vento e chamas. E mais uma vez este é só o começo de uma nova aventura, onde Meg e seu amigo Calvin precisam correr contra o tempo para salvar seu irmãozinho. E, para fazer isso, eles devem partir em uma viagem para dentro do corpo do menino e lutar para restaurar a brilhante harmonia do universo.
Junte-se a Meg, Calvin e Charles Wallace nesta nova aventura repleta de seres incomuns, mundos novos e muitos heróis que precisam ultrapassar seus medos para salvar o mundo!


Um planeta em seu giro veloz

Um unicórnio, um menino e o vento, juntos em uma só velocidade! Quando Charles Wallace Murry, agora com quinze anos, grita em desespero a invocação de uma antiga runa para afastar a escuridão, uma criatura radiante aparece. É Gaudior, unicórnio e viajante do tempo. Charles Wallace e Gaudior devem viajar até o passado através dos ventos do tempo e tentar encontrar um Pode-Ter-Sido, um momento do passado em que todos os eventos que se seguiram até o presente podem ser mudados, e o futuro da Terra – esse pequeno planeta em seu giro veloz – pode ser salvo.

Os outros titulos da coleção serão publicados no Brasil em breve.